O primeiro-ministro esteve esta sexta-feira na Agroglobal, em Porto de Muge, para presidir à conferência Portugal no Futuro, uma visão estratégica para a agricultura, alimentação e território.

Durante a sua intervenção, António Costa destacou a importância do trabalho dos agricultores durante o Estado de Emergência, pois foram “quem teve de sair das suas casas para que nada nos faltasse no prato”.

Ainda no mesmo discurso na Agroglobal, certame que o chefe do Governo considera “muito importante para a inovação agricola”, o mesmo alertou ainda para o facto de se colocar a agricultura no centro das “nossas preocupações”.

António Costa ressalvou ainda que a inovação é essencial para o setor. “É graças a essa inovação que, na última década, Portugal reduziu em cerca de 400 milhões de euros por ano o seu défice alimentar, e que as nossas exportações no setor agroalimentar aumentaram cerca de 5% ao ano”.

Nesta conferência, discursou ainda a Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, que apresentou a agenda para a inovação na agricultura para a próxima década, documento que foi aprovado ontem em conselho de ministros.

A Agroglobal termina hoje, dia 11 de setembro. Devido à pandemia da COVID-19, a edição deste ano realizou-se à porta fechada, com as conferências a serem transmitidas através do site do evento.

Imagem: Pedro Ribeiro/Arquivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *