O Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Santarém, e no âmbito da operação Lake 2021/2022, detetou, no dia 18 de janeiro, terça-feira, na freguesia de Valada, uma arte de pesca destinada à captura ilegal de meixão, conhecido também como ”Anguilla anguilla”.

A rede de pesca, com cerca de 30 metros, foi retirada da água, tendo sido verificado que no seu interior, se encontravam exemplares da espécie acima referida. Estas redes frequentemente utilizadas para a captura ilegal de meixão são também, extremamente lesivas para a fauna existente, devido às suas características, explica a GNR em comunicado.

A ”Anguilla anguilla” é conhecida na fase larvar por enguia juvenil/meixão, e é uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução devido à pesca ilegal, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução, colocando em causa a sustentabilidade da espécie.

Todos os espécimes capturados foram devolvidos ao rio, acrescenta a GNR.