Por proposta do Presidente da Câmara Municipal, Pedro Ribeiro, o executivo municipal aprovou medidas de apoio à economia local, apresentadas em reunião de Câmara e aprovadas por unanimidade.

Estas medidas são:  isenção do pagamento de rendas mensais dos espaços concessionados/arrendados pelo Município, incluindo as bancas do Mercado Municipal do Cartaxo; isenção do pagamento das taxas de utilização do espaço público para esplanadas e das taxas de publicidade; isenção do pagamento dos terrados na Feira Mensal, enquanto se mantiver a suspensão do seu funcionamento; isenção do pagamento das taxas aplicáveis aos direitos de ocupação da via pública, para feirantes e vendedores ambulantes; e a isenção do pagamento dos montantes respeitantes à Atividades de Animação e Apoio à Família.

Proteger as pessoas foi a prioridade das decisões e do investimento inicial

“As nossas primeiras decisões foram no sentido de garantir que os trabalhadores que prestam serviços essenciais, estavam protegidos para que funções, como a recolha de resíduos sólidos urbanos, a desinfeção do espaço público, ou as ações no âmbito da Proteção Civil e Bombeiros Municipais, não seriam nunca interrompidos”, explica Pedro Ribeiro, citado em comunicado.

Desde o início da pandemia, a Câmara Municipal já investiu cerca de 80 mil euros, prevendo que “o investimento global direto possa atingir os 200 mil euros” – quer no âmbito da Comunidade Intermunicipal, quer por aquisição direta de equipamentos de proteção, “não só para os trabalhadores destes serviços essenciais, mas também para entrega às nossas IPSS, que prestam apoio domiciliário e têm valência de lar de idosos, assim como, para as duas unidades de saúde local”,

O autarca explica também que “o aumento de despesa ultrapassa em muito os gastos com equipamentos de proteção pessoal”. De momento, estão a decorrer obras no edifício sede do município, porque o “atendimento presencial vai ter de se iniciar garantindo a segurança dos trabalhadores e de quem recorre aos serviços”.

Nesta despesa, inclui-se também a aquisição de computadores para alunos carenciados do ensino básico e secundário, de forma a que possam acompanhar as aulas em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *