Numa carta assinada pelo Presidente da Comissão Política do PSD do Cartaxo, João Ferreira Heitor, o partido defende a redução do IMI em 20% para as pequenas e médias empresas e as famílias, assim como a sua suspensão no caso daqueles que perderam rendimentos.

O PSD sugere ainda a suspensão da cobrança relativa às tarifas de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) às IPSS e associações culturais do concelho, uma vez que a sua atividade reduziu drasticamente, mas também as taxas de água e saneamento de abril, maio e junho às famílias que tenham de acompanhar os filhos em casa.

Na mesma missiva, o partido sugere ainda medidas de apoio social – tais como a oferta de refeições a pessoas em carência económica ou a redefinição dos prazos de pagamento das rendas de habitação social -, e outras de apoio à economia local – a criação de uma Bolsa de Emprego Municipal e a criação de uma plataforma online que reúna a “venda online de produtos e serviços do concelho”.

Para além destas medidas, o PSD Cartaxo sugere ainda a criação de uma linha de apoio psicológico, à semelhança do que já acontece nalguns concelhos vizinhos, como por exemplo em Azambuja.

Esta carta foi apresentada na passada semana ao presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, e tem como objetivo “mitigar os graves efeitos que a atual pandemia está a causar na vida das empresas e das famílias”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *