Jorge Pisca, presidente da Junta de freguesia de Pontével, denuncia a poluição das águas que saem do coletor de descarga da nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Pontével.

Numa série de fotografias enviada às redações, o autarca fala ainda em “odores nauseabundos” naquela zona. Questionado pelo Correio do Cartaxo, o autarca explica que estas águas poluídas, para além de terem acesso ao rio Tejo, são ainda reaproveitadas para regar hortas e produtos que irão depois serem consumidos pela população.

Jorge Pisca explica ainda que, têm feito pressão junto da Câmara Municipal e da Cartágua, através do envio de emails e fotografias, para que possam solucionar o problema, cuja origem é desconhecida.

Ao mesmo tempo, a Junta de Freguesia de Pontével tem ainda “solicitado esclarecimentos quanto ao modo de funcionamento e resultados regulares das análises” desta ETAR, não conseguindo nenhuma resposta até ao momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *