De acordo com Sandra Carvalho, sobrinha da octagenária, foi durante o dia de ontem, domingo, que dois caçadores encontraram um cadáver em estado de decomposição, que poderá ser de Vitalina Galvão, desaparecida desde o dia 5 de agosto.

Para já, o corpo foi levado para autópsia, pelo que ainda não se pode chegar a nenhuma conclusão sobre a identidade do cadáver. “Quatro meses dolorosos, quatro meses muito difíceis, pelas dúvidas, incertezas”, escreveu Sandra nas redes sociais, a relembrar os últimos meses que viveu sem respostas sobre o paradeiro da tia. 

Relembre-se que Vitalina Galvão, de 86 anos, desapareceu sem deixar rasto, e encadeou uma série de buscas, quer por populares, quer pela Câmara Municipal, e que terminaram ao fim de sete dias, sem nenhuma conclusão.

Durante os últimos meses, Sandra Carvalho agradeceu publicamente todas as diligências feitas para encontrar a tia, cujo luto poderá agora ser feito.

Imagem: Facebook Sandra Carvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *