A área de Educação e Juventude do Município do Cartaxo, em conjunto com diversos parceiros, proporcionou às crianças do concelho uma semana dedicada à alimentação cheia de atividades educativas, saborosas e saudáveis, entre os dias 14 a 18 deste mês.

Foram cinco dias, recheados de “brincadeiras e lanches saudáveis” para “cerca de mil crianças”, isto a propósito do Dia Mundial da Alimentação, que se assinalou a 16 de outubro.

Sobre a importância de comemorar esta semana, o presidente da Câmara Municipal, Pedro Ribeiro, afirmou, citado em comunicado, que “a obesidade infantil não é um problema apenas das crianças, mas de toda a sociedade, que exige uma intervenção estruturada e de todos. Com a promoção da Semana da Alimentação, o Município do Cartaxo procura prevenir o problema, mas também ajudar a combatê-lo”.

Cinco dias cheios de sabor e bons conselhos

No primeiro dia da Semana da Alimentação, dia 14, o Jardim da Infância e a Escola Básica de Vale da Pedra receberam a Equipa Multidisciplinar de Intervenção Comunitária do Cartaxo para um divertido ‘Jogo da Glória sobre as Emoções da Alimentação Saudável’.

Na terça feira, a equipa de saúde escolar da Unidade de Cuidados na Comunidade do Cartaxo promoveu uma sessão sobre ‘Alimentação Saudável com Sorrisos’ na Escola Básica n.º 2 do Cartaxo.

Para além da apresentação de uma pequena peça de teatro, a equipa promoveu ainda uma sessão de aprendizagem sobre o que incluir numa marmita saudável e aquilo que a pode transformar numa marmita pouco amiga da saúde.

Também nesse dia, o  Programa de Promoção de Saúde Infantil em Municípios (MUN-SI), promoveu uma degustação de ‘snacks’ saudáveis na Escola Básica D. Sancho I e Educação Especial, com a degustação de panquecas de alfarroba.

Na quarta feira, dia 16, foi a vez da equipa da área de Desporto do Município entrar em campo para proporcionar ao Jardim de Infância e à Escola Básica da Lapa uma divertida e mexida manhã com jogos tradicionais.

Na Escola Básica n.º 3 do Cartaxo a manhã foi ocupada com os jogos da alimentação, organizados pelo Curso Profissional Restaurante e Bar, Cozinha e Pastelaria, e Curso Educação e Formação Mesa e Bar da Escola Secundária do Cartaxo.

Aqui, os alunos puderam fazer o jogo do ‘quantos queres’, testar o seu olfato numa prova cega com os mais variados alimentos e gastar energia em jogos com corridas, cambalhotas e equilíbrio. No final tinham à espera “deliciosos ‘manhãzitos’ e panquecas saudáveis, sumos e espetadas de fruta, tudo confecionado ao vivo pelos alunos dos Cursos que explicaram, ao pormenor, todos os passos e as vantagens de escolher alimentos saudáveis”.

Já os alunos da Escola Básica da Ereira aprenderam a fazer bolachas saudáveis, com banana e aveia, uma receita da Farmácia Central. Tudo para confirmar que “as bolachas não precisam de açúcar para serem deliciosamente saborosas, e sem ele podemos comer mais algumas sem culpas”, escreve a Câmara Municipal na mesma nota.

Na quinta feira, o Jardim de Infância e a Escola Básica de Vila Chã de Ourique receberam a equipa da Farmácia Moderna, também da mesma freguesia, para uma manhã dedicada ao ‘Jogo da Glória e da Alimentação’ que aliou, uma vez mais, brincadeira e aprendizagem. 

Ainda nesse dia, a sede da Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense abriu as portas para que os alunos da Escola Básica, do Jardim de Infância e Educação Especial do Agrupamento D. Sancho I assistissem à peça de teatro “Roda que Roda”, proporcionada pela GERTAL.

No palco, a Lulu e o Rodinhas, com a ajuda das crianças do público, “enumeraram os muitos erros que cometemos diariamente na nossa alimentação e ensinaram como podemos corrigi-los de uma maneira muito divertida”.

O último dia desta semana foi dedicado ao leite. O Jardim de Infância de Vale da Pinta acolheu o monitor da Mimosa e uma roda dos alimentos “gigante” para falar sobre o tema. Aqui, as crianças foram convidadas a participar numa conversa, onde, no final, tiveram de participar na montagem da roda, tendo por base tudo o que aprenderam.

À tarde, os alunos da Escola Básica de Vale da Pinta conheceram o percurso do leite, desde a ordenha à fábrica, da mesa até ao ecoponto, sempre com jogos em todos os momentos. Depois de terem aprendido de onde vem o leite, que este é uma alternativa natural e que deve constar numa lancheira saudável, estes alunos receberam uma lancheira recheada de boas opções para ajudar na preparação dos lanches da semana seguinte.

De acordo com a autarquia, e baseando-se num estudo da Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI), realizado em parceria com o Instituto de Saúde Ambiental da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (ISAMB/FMUL), 32% das crianças entre os 2 e os 10 anos têm excesso de peso, entre as quais 14,6% são obesas.

Fonte: CM Cartaxo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *