Uma semana depois da eleição dos Reis das Vindimas do Cartaxo 2019, falámos com Joana Almeida, representante do Cartaxo na final nacional da Rainha das Vindimas. A jovem não levou a coroa para casa, mas sente-se “muito feliz” com o resultado.

Em conversa com o Correio do Cartaxo, a jovem, de Vila Chã de Ourique, admite que, durante todo o processo, teve o apoio de muita gente, quer seja da Câmara Municipal, quer “das pessoas do concelho”, e sobretudo da Rainha das Vindimas de 2018, Joana Azenheira, também do Cartaxo.

Joana confessou que a experiência foi “positiva”, onde ganhou diversos conhecimentos sobre “a cultura vitivinícola do nosso meio, sobre os vinhos do concelho”, e ainda, “de todos os processos envolvidos no vinho e na vinha”. A jovem, que é cantora, já tem contacto como concurso desde pequena, e por isso, “nunca o vi como um concurso de beleza, mas sim como uma tradição que se deveria manter”.

Sobre a participação em Peso da Régua, no passado dia 7, para Joana, esta foi uma experiência “muito gratificante”, onde conheceu “pessoas novas, um sítio novo, e ainda as culturas e o meio vitivinícola de outras regiões”. 

A sucessora de Joana é Rafaela Oliveira, de Vale da Pedra. A jovem, de 18 anos, vai representar o concelho no próximo ano, em Pinhel.

Rute Fidalgo (rutepfidalgo@gmail.com)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *