A propósito da greve anunciada pelos motoristas de matérias perigosas para o próximo dia 12 de Agosto, o PS Cartaxo pede que seja reforçado o abastecimento do setor agrícola na rede de emergência de postos de abastecimento de combustível.

Numa missiva enviada às redações, o partido mostra-se preocupado, uma vez que esta paralisação “irá decorrer num período intenso de colheita de culturas preponderantes no nosso concelho, que resultam de um ano de árduo trabalho”, como por exemplo o tomate para a indústria, o milho, a batata, entre outras.

Outra das justificações dadas pelo PS Cartaxo é de que este setor “cresce praticamente o dobro do crescimento do país”, sendo ainda “crescente na área do investimento, na área das exportações e na área da criação de riqueza para o nosso concelho e para o nosso país”.

Nota para que esta greve poderá ser prolongada por vários dias, o que poderá afetar a atividade da agricultura, visto que este é um setor de elevado consumo de combustível, quer nas operações de colheita quer nas respectivas operações de transporte.

O PS Cartaxo apela ainda para que, “em diálogo com os agricultores, se encontrem as melhores soluções para reforçar o abastecimento das áreas rurais na Rede de Emergência dos Postos de Abastecimento de Combustível”.

Rute Fidalgo (rutepfidalgo@gmail.com) com CM Cartaxo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *