Entre fevereiro e março, dois novos médicos de família passarão a prestar cuidados de saúde, anunciou esta semana o ACES (Agrupamento de Centros de Saúde) Lezíria. Estes profissionais irão integrar as unidades de saúde familiar D.Sancho I, em Pontével, e Cartaxo Terra Viva.

Estas novas contratações vêm na sequência da audiência pedida pelo Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Ribeiro, à Ministra da Saúde no início deste ano. O que se sabe sobre estes dois profissionais é que um deles irá substituir o médico que saiu da USF D.Sancho I em dezembro, e outro é especialista em Medicina Geral e Familiar, que irá engrossar o número de médicos a exercer na Unidade de Saúde de Cuidados Personalizados do Cartaxo (USCP).

Nesta unidade trabalham, atualmente, dois médicos em regime de tempo completo, como prestadores de serviços, e ainda mais dois especialistas em Medicina Geral e Familiar, um deles em regime parcial e outro de baixa. A entrada de um novo médico é, para Pedro Ribeiro,“é também uma boa notícia para os utentes que não estão inscritos na USF Cartaxo Terra Viva”, embora não resolva inteiramente as diferenças entre estes utentes e os da UCSP Cartaxo, “duas unidades [distintas] a atuar nas mesmas instalações”, explica o autarca, citado em nota de imprensa.

Outra das novidades será a passagem, futuramente, da UCSP para uma USF, “logo que reúna os requisitos organizativos exigidos pelo Ministério da Saúde”, uma notícia que é aplaudida pelo Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, que reforça ainda a intervenção do Ministério da Saúde na extensão de saúde de Vale da Pedra, reiterando a disponibilidade da Câmara para cooperar, à semelhança do que foi adoptado para a extensão de saúde de Valada. O autarca, que mantém a convição de que é “urgente investir no reforço dos meios de diagnóstico, na manutenção das infraestruturas de saúde no concelho e no reforço dos meios de transporte, para garantir boas condições de prestação de cuidados de saúde”, pede ainda ao Ministério a “manutenção das instalações de saúde existentes no Cartaxo e em Pontével, que carecem de pintura, de reforço de isolamentos e da reparação de diversas zonas de pavimento”, pode ler-se no mesmo comunicado.

Fonte: CM Cartaxo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *