2 maio 2018

O presidente da JSD do Cartaxo, Bruno Galaio, pediu, no Congresso Nacional daquela força política, um referendo interno no sentido de discutir o exercício do direito ao voto a partir dos 16 anos.

Carolina Vergas, secretária-geral adjunta da JSD cartaxense, declarou ainda que “chegou a altura de discutir a sério se a idade de voto deveria ou não ser alargada para os 16 anos”. Acrescenta que “é o futuro das suas freguesias, municípios e país que está em causa”.

A equipa da JSD Cartaxo considera ainda que o voto aos 16 anos “é solidificar uma democracia, visto que obriga os partidos a aproximarem-se novamente dos jovens e possibilita o desenvolvimento do hábito de voto mais cedo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *